Exército Português

​​​​​​​​​​​​​​​

 

 

Primeiro-Ministro preside à “Apresentação da Nova Arma Ligeira do Exército Português”http://www.exercito.pt/pt/informação-pública/notícias/1171Primeiro-Ministro preside à “Apresentação da Nova Arma Ligeira do Exército Português”15/09/2019 23:00:00Primeiro-Ministro preside à “Apresentação da Nova Arma Ligeira do Exército Português”<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_2.jpg" style="BORDER:0px solid;" />O Projeto Armamento Ligeiro visa substituir a família de armas ligeiras, a maioria ao serviço desde a década de 60, nomeadamente a Espingarda Automática G3.<p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_1.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_2.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_3.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_4.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_5.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_6.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_7.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_8.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_10.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_11.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_12.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/GabCEME/RCRPP/Fotos_Noticias/2019/apresEA_FNSCAR_13.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p style="text-align:justify;">O Exército apresentou hoje, na Escola das Armas, em Mafra, a nova família de Armas Ligeiras, no âmbito do Projeto Armamento Ligeiro, inserido no Programa Sistemas de Combate do Soldado, que visa substituir a família de armas ligeiras, nomeadamente a Espingarda Automática G3.</p><p style="text-align:justify;">Este momento marcante contou com a presença do Primeiro-Ministro, Dr. António Costa, do Ministro da Defesa Nacional, Professor Doutor João Gomes Cravinho, do Presidente da Câmara Municipal de Mafra, Engenheiro Hélder Sousa Silva, da Secretária de Estado da Defesa Nacional, Professora Doutora Ana Santos Pinto, do Chefe do Estado-Maior do Exército, General José Nunes da Fonseca, entre outras entidades militares e civis, nacionais e internacionais.</p><p style="text-align:justify;">Com este evento, o Exército iniciou formalmente o período de transição de entrada ao serviço da sua nova família de Armas Ligeiras, nomeadamente 15 000 Espingardas automáticas SCAR-L, 2 000 Lança Granadas FN40, 1 000 metralhadoras ligeiras Minimi de calibre 5.56, 550 espingardas de precisão SCAR-H e 400 Metralhadoras Ligeiras Minimi de calibre 7.62. Também ao nível dos aparelhos de pontaria para estas armas, serão introduzidas novas óticas, que melhorarão a precisão e a rapidez de empenhamento.</p><p style="text-align:justify;">O processo aquisitivo deste Armamento Ligeiro, conduzido pela NATO Support and Procurement Agency, encontra-se na sua última fase, sendo que, neste momento, está a decorrer a fase da preparação da receção dos equipamentos, que engloba tarefas tão distintas como os cursos de formação de formadores, cujo primeiro curso ocorreu em julho do corrente ano; a elaboração de fichas de instrução e manuais do utilizador; o desenvolvimento de novas tabelas de tiro ou a preparação de um novo manual de Ordem Unida.</p><p style="text-align:justify;">O evento possibilitou que todos os presentes testemunhassem três momentos de demonstração das novas armas, com fogo real em Carreira de Tiro, nomeadamente uma sessão de Tiro de Precisão aos 100 metros, uma demonstração de tiro real em movimento de SCAR-L e Pistola e, por fim, uma demonstração do emprego da Arma, com recurso a Live-Fire Exercise, replicando uma ação de combate num ambiente tático. </p><p style="text-align:justify;">Após a visualização da utilização e desempenho operacional das novas Armas Ligeiras do Exército, seguiu-se uma demonstração de Ordem Unida.</p><p style="text-align:justify;">O Chefe do Estado-Maior do Exército expressou, no seu discurso, um compromisso, um sentimento e uma convicção. Um “compromisso de credibilidade", “um sentimento de orgulho" e, por fim, a convicção de que o Exército, reconhecendo e congratulando todos os que cumpriram equipados com a espingarda G3, “não deixará esmorecer a memória desta arma", estando convicto de que os militares do presente, assim como os seus vindouros, saberão prosseguir “com disponibilidade e eficácia ao serviço dos Portugueses, sempre na senda do reforço da aceitação e do prestígio das Forças Armadas de Portugal".</p><p style="text-align:justify;">Por sua vez, o Ministro da Defesa Nacional reforçou o importante passo dado, hoje, “no reequipamento e na modernização do Exército", no qual foi naturalmente decisivo o “empenho de sucessivos Chefes de Estado-Maior do Exército, e em seu nome próprio e nome dos seus antecessores, saúdo aqui por isso o General José Nunes da Fonseca". A terminar, frisou que este é mais uma prova dada aos portugueses, que podem contar com as suas Forças Armadas “modernas, atentas aos desafios tecnológicos dos nossos tempos, e capazes de assumir as missões que o país lhes confia".</p><p style="text-align:justify;">O Primeiro-Ministro salientou que a adoção da nova Arma Ligeira do Exército, “com características técnicas similares às que equipam as Forças Armadas mais avançadas do mundo", era uma substituição que “o imperativo da modernização impunha", mas que “nunca apagará os mais de 50 anos, em que a G3 prestou tantos e tão bons serviços". O Dr. António Costa aproveitou, ainda, o momento para agradecer o esforço que tem sido feito na prevenção e combate aos fogos florestais e no apoio a outras missões no apoio da proteção civil, destacando o Regimento de Apoio de Emergência do Exército. </p><p style="text-align:justify;">O evento culminou com a visita a uma exposição estática das várias armas que agora entram ao serviço do Exército Português.</p>

Exército Portugues
Iremos até onde a Pátria for,
e seja em paz,
ou seja em guerra,
que este clamor
vibre imortal,
de mar em mar,
de serra em serra:
Portugal! Portugal! Portugal! 

Hino do Exército, 1945,
Letra de Adolfo S. Muller
© Exército Português 2018