O General Frederico José Rovisco Duarte nasceu em Alpalhão, tem 59 anos de idade e 40 anos de serviço. Foi promovido ao atual posto em 15 de abril de 2016, por Decreto do Presidente da República n.º 9-H/2016 de 15 de abril.

Está habilitado com o Curso de Artilharia da Academia Militar, o Curso de Promoção a Capitão, o Curso de Promoção a Oficial Superior, o Curso de Estado-Maior e o Curso de Promoção a Oficial General, do Instituto de Estudos Superiores Militares, além de outros cursos e estágios.

Ao longo da sua carreira, prestou serviço em várias Unidades, Estabelecimentos e Órgãos do Exército e das Forças Armadas. Na Escola Prática de Artilharia exerceu as funções de Comandante de Pelotão e de Instrutor de várias especialidades de Artilharia, de 1981 a 1982. Na Academia Militar, foi Instrutor de Tática de Artilharia, de 1982 a 1983 e novamente na Escola Prática de Artilharia desempenhou as funções de Comandante de Bateria, de Diretor do Tirocínio para Oficial, de Diretor de Curso de Formação de Sargentos, de Instrutor de várias especialidades de Artilharia e Comandante do Grupo de Instrução, entre 1983 a 1991. Na 1ª Brigada Mecanizada Independente desempenhou as funções de Oficial de Operações do Grupo de Artilharia de Campanha, em 1991. No Instituto de Altos Estudos Militares foi Professor da área de Recursos Humanos e professor nos cursos de formação das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, em Maputo, por ocasião do processo de paz ONUMOZ, de 1993 a 1996. Na European Rapid Operational Force (EUROFOR) em Itália, foi Chefe da Secção de Artilharia/Aviação do Exército da Repartição de Apoios Táticos de 1996 a 1999. No Regimento de Artilharia nº 4 exerceu as funções de Comandante do Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada Aerotransportada Independente e mais tarde foi 2º Comandante do Regimento, de 1999 a 2001. No Estado-Maior do Exército foi Chefe da Repartição de Organização e Métodos da Divisão de Operações, de 2001 a 2002. Foi Comandante da Escola Prática de Artilharia entre 2002 e 2005. Novamente no Estado-Maior do Exército foi Chefe da Divisão de Logística/Divisão de Recursos entre 2005 e 2007. Exerceu funções de Chefe da Divisão de Planeamento e Forças, entre 2007 e 2008. Foi Subdiretor e Diretor do Departamento de Ensino do Instituto de Estudos Superiores Militares, entre 2008 e 2010. Seguidamente, foi Chefe de Gabinete do Chefe do Estado-Maior do Exército, no período de 19 de abril de 2010 a 01 de novembro de 2012. Posteriormente, desempenhou funções de Diretor Coordenador do Estado-Maior do Exército, de 02 de novembro de 2012 a 23 de setembro de 2013, Comandante da Instrução e Doutrina de 02 de outubro de 2013 a 01 de julho de 2015.

Em acumulação, desempenhou as funções de Presidente do Conselho da Arma de Artilharia, no período de 07 de fevereiro de 2010 a 24 de setembro de 2013, Diretor Honorário da Arma de Artilharia, de 24 de setembro de 2013 até 14 de abril de 2016, Vogal do Conselho Superior de Disciplina do Exército, desde 2013 a 14 de abril de 2016.

Mais recentemente desempenhou as funções de Inspetor-Geral do Exército.

É membro fundador do Centro de Estudos e Investigação de Segurança e Defesa de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Da sua folha de serviços constam 23 louvores, dos quais dois concedidos pelo Ministro da Defesa Nacional, um pelo Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, nove pelo General Chefe do Estado-Maior do Exército, oito por Oficiais Generais e três de outras entidades militares.

Possui, ainda, várias condecorações de que se salientam, Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis, Medalha de Grande Oficial da Ordem Militar de Avis, três Medalhas de ouro de Serviços Distintos, quatro Medalhas de prata de Serviços Distintos, Medalhas de Mérito Militar de 1ª e 3ª Classe, Medalha da Defesa Nacional 1ª Classe, Medalha de D. Afonso Henriques, de 1ª Classe, Mérito do Exército, Medalhas de Ouro e de Prata de Comportamento Exemplar, Medalha da EUROFOR. Possui ainda a Medalha de ouro da Defesa Nacional Francesa.

Foi distinguido pelo Município de Vendas Novas com a Medalha de Mérito Municipal – Classe Ouro, em 07 de setembro de 2015.

É casado, e tem dois filhos.​

 
Exército Portugues
Iremos até onde a Pátria for,
e seja em paz,
ou seja em guerra,
que este clamor
vibre imortal,
de mar em mar,
de serra em serra:
Portugal! Portugal! Portugal! 

Hino do Exército, 1945,
Letra de Adolfo S. Muller
© Exército Português 2016