​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

 

 

 

CFThttp://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/rame/CFTCFTCFTRegimento de Apoio Militar de EmergênciaComandante<br>Coronel<br>Patrício Álvares<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CFT/RAME/SMor%20Rainho.png" style="BORDER:0px solid;" />ADJUNTO<br>Sargento-Mor<br>Antunes Rainho<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CFT/RAME/RAME%20Logo.png" style="BORDER:0px solid;" /><h3 style="text-align:center;">Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME)</h3><h3 style="text-align:center;">​</h3><h3 style="text-align:center;">MISSÃO</h3><h3 style="text-align:center;"> </h3><blockquote dir="ltr" style="margin-right:0px;"><font face="Arial" size="2"><font face="Arial" size="2"><p style="text-align:justify;text-decoration:underline;">Apronta:</p><blockquote dir="ltr" style="text-align:justify;margin-right:0px;"><p>O Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME) apronta:</p><p>A Unidade de Apoio Militar de Emergência; </p><p>O Destacamento CIMIC (Civilian-Military Cooperation) do Exército;</p><p>O Elemento do Comando da Companhia Geral CIMIC;</p></blockquote><p style="text-align:justify;text-decoration:underline;">Ministra:</p><blockquote dir="ltr" style="text-align:justify;margin-right:0px;"><p>Cursos de Formação Geral Comum de Praças do Exército do Contingente Normal.</p></blockquote></font></font></blockquote><strong style="text-decoration:underline;"><font face="Arial" size="2"><font face="Arial" size="2"><blockquote dir="ltr" style="margin-right:0px;"><p align="LEFT">Competências:</p></blockquote> </font></font></strong><font face="Arial" size="2"><font face="Arial" size="2"><blockquote dir="ltr" style="margin-right:0px;"><blockquote dir="ltr" style="margin-right:0px;"><div align="LEFT"><font face="Arial" size="2"><font face="Arial" size="2"><p>a. Comandar e gerir os recursos humanos, materiais e financeiros postos à sua disposição.</p><p>b. Garantir a segurança da unidade e a disciplina dos efetivos que lhe sejam atribuídos.</p><p>c. Organizar, treinar e manter as seguintes unidades:</p><blockquote dir="ltr" style="margin-right:0px;"><p>(1) A Unidade de Apoio Militar de Emergência (UAME);</p><p>(2) O Destacamento CIMIC do Exército (DestCIMICEx);</p><p>(3) O Elemento do Comando da Companhia Geral CIMIC (ElCmdCGerCIMIC).</p></blockquote><p>d. Organizar e desenvolver o treino individual, garantindo a manutenção dos padrões de desempenho operacionais estabelecidos.</p><p>e. Incorporar, os militares destinados aos regimes de voluntariado e de contrato, quando determinado superiormente.</p><p>f. Constituir-se como Centro de Formação Permanente, no âmbito do sistema de formação do Exército.</p><p>g. Ministra cursos e estágios de formação na área do Apoio Militar de Emergência.</p><p>h. Participar em ações de divulgação da prestação do serviço militar.</p><p>i. Planear e coordenar a manutenção das infraestruturas à sua responsabilidade.</p><p>j. Participar na defesa terrestre do território nacional, de acordo com as missões que lhe sejam cometidas em planos operacionais.</p><p>k. Prestar cuidados de saúde de proximidade, através da Unidade de Saúde, aos militares do Exército, e na sua capacidade sobrante a outros utentes de acordo com as diretivas superiores e ao abrigo de protocolos estabelecidos.</p><p>l. Colaborar em ações de apoio ao desenvolvimento e bem-estar da população, conforme lhe for determinado.</p><p>m. Garantir o cumprimento das disposições legais sobre servidões militares na área à sua responsabilidade.</p><p>n. Cumprir outras missões ou realizar outras tarefas que lhes sejam cometidas superiormente.</p></font></font></div></blockquote></blockquote></font></font><ul><ul><li style="text-align:left;"><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/Fenix18_10.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </li></ul></ul><p style="text-align:justify;"><br> </p><p> </p>39.466182,-8.215953241330510241330532Avenida Aljubarrota 2200-001 Abrantes <p> </p><p><img alt="Seminário RAME - Plano LIRA" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/RAMEabr17_08.jpg" style="margin:5px;" /> </p><p><img alt="Incorporação" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/Incorpora%c3%a7ao%20.jpg" style="margin:5px;" /> </p><p><br> </p><p><br>  </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/3.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/10.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/12.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/15.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/16.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/17.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/Fenix18_09.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/Fenix18_08.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/Fenix18_10.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/6T%20CFGCPE.jpg" alt="" style="margin:5px;width:848px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/Parada%202ALTERADA.jpg" alt="" style="margin:5px;width:853px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/1.jpg" alt="" style="margin:5px;" /><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/RAME/Fotos/4.jpg" alt="" style="margin:5px;width:851px;" /> </p><p> </p>

 

 

CFThttp://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/rame/CFTCFTRAMERegimento de Apoio Militar de EmergênciaL0|#0b4114788-76eb-42a4-8802-572d0969ec8b|CEME:CFT:RAME4<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CFT/RAME/Cart%c3%a3o_RAME.png" width="403" style="BORDER:0px solid;" />

Exército Portugues
Iremos até onde a Pátria for,
e seja em paz,
ou seja em guerra,
que este clamor
vibre imortal,
de mar em mar,
de serra em serra:
Portugal! Portugal! Portugal! 

Hino do Exército, 1945,
Letra de Adolfo S. Muller
© Exército Português 2018