​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

 

 

 

BrigMechttps://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/brigmec/bimeclag/BrigMecBrigMecBrigMecBatalhão de Infantaria Mecanizado de Lagartas<img alt="" src="http://inter-assets/SiteAssets/BrigMec/BIMecLag/Foto-Cmdt-BIMecLag.png" style="BORDER:0px solid;" />COMANDANTE <br> Tenente-Coronel <br> Gama de Barros<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/BrigMec/BIMecLag/AdjCmdt_BIMecLag.png" style="BORDER:0px solid;" />ADJUNTO <br> Sargento-Chefe <br> Fernandes<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/BrigMec/BIMecLag/Crascha_BIMecLag_182x226.png" style="BORDER:0px solid;" /><h3>MISSÃO</h3><p style="text-align:justify;">O Batalhão de Infantaria Mecanizado de Lagartas prepara-se para executar operações em todo o espectro das operações militares, no âmbito nacional ou internacional, de acordo com a sua natureza.</p><h3></h3><h3>HISTÓRIA </h3><p style="text-align:justify;">O Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMec) nasceu em 15 de março de 1977, dia em que foi publicada a 1ª Ordem de Serviço. O desfile em Lisboa da 1ª Companhia de Atiradores, integrado nas comemorações do 25 de abril de 1977, formalizou a apresentação pública do Batalhão. Iniciou a sua atividade operacional no Exercício “ORION 77", participando posteriormente em todos os exercícios da série ARCO e ROSA BRAVA da 1ª Brigada Mista Independente (1BMI).</p><p style="text-align:justify;">A década de 80 marcou o início de uma forte e intensa atividade militar no âmbito NATO, destacando-se os intercâmbios militares com os exércitos britânico, norte-americano, italiano e espanhol. Neste contexto, o BIMec participou nos seguintes exercícios militares – da NATO - em Itália: “DISPLAY DETERMINATION – 80,82,84,86,89"; “DRAGON HAMMER - 91"; “ROMA 96" e “DINAMIC MIX - 96"; em Espanha: <em>Primera Batalha</em>/FRONTERA.</p><p style="text-align:justify;">Por despacho de 17 de março de 1994 de S.Exa. o General Chefe de Estado Maior do Exército, a 1BMI passou a designar-se por “Brigada Mecanizada Independente" (BMI), tendo o BIMec passado a designar-se por “1º Batalhão de Infantaria Mecanizado" (1BIMec).</p><p style="text-align:justify;">Em fevereiro de 1997 e janeiro de 1999, com as designações de 1ºBIMoto/SFOR e 3ºBIMoto/SFOR II, respetivamente, cumpriu missões de manutenção de paz no Teatro de Operações (TO) da Bósnia-Herzegovina (BiH).</p><p style="text-align:justify;">Em janeiro de 2000, cedeu uma Companhia de Atiradores Mecanizada ao Agrupamento DELTA que, entre agosto desse ano e abril de 2001, cumpriu missão no Kosovo.</p><p style="text-align:justify;">Em janeiro de 2001, regressou novamente ao TO da BiH, com a designação de Agrupamento ECHO/SFOR II, tendo assumido a missão de Reserva Operacional Terrestre do Comandante da SFOR.</p><p style="text-align:justify;">Durante o primeiro semestre de 2003, o 1BIMec, com a designação de 1ºBIMec/UNMISET, cumpriu a missão no TO de TIMOR LESTE.</p><p style="text-align:justify;">No segundo semestre de 2004 e durante o ano de 2005, aprontou um Agrupamento Mecanizado que integrou a <em>NATO Response Force 5</em> (NRF5), tendo sob seu comando operacional um Esquadrão do Grupo de Carros de Combate (GCC) da BMI. Neste âmbito participou no Exercício COHESION 05, em Espanha.</p><p style="text-align:justify;">Em janeiro de 2005 iniciou o aprontamento do 1ºBIMec/TACRES/KFOR, para cumprir missão no TO do Kosovo a partir de março de 2006. Durante esta missão recebeu a visita oficial de S.Exa. o Presidente da República.</p><p style="text-align:justify;">De 11JUL08 a 30JAN09, aprontou um Agrupamento Mecanizado que integrou a NATO Response Force 12 (NRF12), tendo sob seu Comando Operacional um Esquadrão do Grupo de Carros de Combate do GCC/BrigMec. Neste âmbito participou em diversos exercícios nacionais e num exercício internacional “NOBLE LIGTH 08", em Espanha.</p><p style="text-align:justify;">Em maio de 2009, iniciou o aprontamento do 1BIMec/BrigMec/KFOR, para cumprir missão no Kosovo, a partir de setembro desse ano.</p><p style="text-align:justify;">Desde abril de 2010 a maio 2013, alguns militares do Batalhão serviram no Teatro de Operações do Afeganistão integrados na <em>International Security Assistance Force</em> (ISAF). </p><p style="text-align:justify;">Entre março de 2011 e outubro de 2014 o 1BIMec, por determinação superior, liderou o Projeto de Cooperação Técnico-Militar nº 4, com Timor Leste no âmbito do treino operacional da Componente Terrestre (CT) das Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL). Constitui finalidade desta missão garantir o apoio técnico à CT, nomeadamente no planeamento e execução do treino - com ênfase no nível técnico e tático de Infantaria – desde a técnica individual de combate até à tática de emprego de uma unidade de escalão batalhão.</p><p style="text-align:justify;">De setembro de 2012 a julho de 2013, o 1BIMec comandou o Agrupamento Mecanizado da Brigada Mecanizada, durante o ciclo de treino operacional dedicado às Operações Ofensivas. Este objetivo de força, com 450 militares e 85 viaturas - 57 viaturas de lagartas e 28 viaturas de rodas – foi reforçado para efeitos de comando e controlo com os módulos de Sistema de Informação e Comunicações Tático (SIC-T). Releva-se, no âmbito da doutrina da manobra e das armas combinadas, o reforço do Agrupamento Mecanizado pelo Grupo de Carros de Combate (GCC), com um Esquadrão de Carros de Combate (ECC) LEOPARD 2-A6, o qual obteve a certificação inicial de capacidade operacional (<em>Initial Operational Capability</em> – IOC) durante o exercício conjunto de fogos reais de armas combinadas (JCALFX) ROSA BRAVA 13.</p><p style="text-align:justify;">Em outubro de 2013 iniciou o aprontamento do 1BIMec/BrigMec/KFOR e cumpriu missão no Kosovo a partir de abril de 2014.</p><p style="text-align:justify;">Em 2015 participou no exercício de alta visibilidade da NATO, <em>Trident Juncture</em> 2015, tendo sob seu comando operacional o Esquadrão de Reconhecimento da Brigada de Intervenção. No cumprimento da sua missão constituiu as <em>Opposing Forces</em> e articulou-se com vista a garantir, em toda a área de operações de Santa Margarida, as mais exigentes e reais condições de treino às forças da Aliança projetadas para a região.</p><p style="text-align:justify;">Durante o primeiro semestre de 2016, aprontou um Agrupamento Mecanizado que, no âmbito dos compromissos internacionais assumidos, constituiu-se como o grosso do contributo nacional para as <em>European Land Rapid Response</em> (EULRR)<em> forces</em>. Durante todo o segundo semestre deste ano e após a sua certificação durante o exercício ORION16, o AgrMec EULRR permaneceu em situação de <em>standby</em>, pronto para, no âmbito do conceito de Resposta Rápida da União Europeia, poder intervir em um qualquer TO da Europa, no prazo de 22 dias.</p><p style="text-align:justify;">Ainda no ano de 2016 constituiu-se como unidade mobilizadora para o 4º Contingente Nacional para a “<em>Operation Inherent Resolve</em>" (4ºCN/OIR) – Iraque, cujo aprontamento decorreu de 02 de maio a 31 de outubro, tendo sido projetado para o TO do Iraque em 01 de novembro.</p><p style="text-align:justify;">No quadro da Reforma “Defesa 2020", o SF 2014, aprovado em CSDN, em 30 de julho de 2014, e que veio alterar a tradicional estrutura ternária de unidades de manobra de escalão Batalhão, passou a ser o único Batalhão de Infantaria da Brigada Mecanizada, passando a ser designado por Batalhão de Infantaria Mecanizado de Lagartas [BIMec (L)]. Neste sentido e por determinação superior, foi-lhe cometida a tarefa de zelar pelos arquivos e património histórico-militar, constituindo-se como fiel depositário do 2BIMec.</p><p style="text-align:justify;">Ao longo da sua existência, o BIMec (L) tem ainda participado noutras missões de apoio, de interesse público, em auxílio das populações, particularmente em situações de cheias e incêndios florestais.</p>39.420011, -8.294776249730731249730733Brigada Mecanizada Batalhão de Infantaria Mecanizado Lagartas Santa Margarida 2250-350 Constância

 

 

BrigMechttps://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/brigmec/bimeclag/BrigMecBrigMecBIMecLagL0|#0e8dbea48-79fb-4129-8a5f-99fc427e6f5e|CEME:CFT:BrigMec:BIMecLag4<img alt="" src="http://inter-assets/SiteAssets/BrigMec/BIMecLag/CrashaBIMecLag_840x475.png" style="BORDER:0px solid;" />

Exército Portugues
Iremos até onde a Pátria for,
e seja em paz,
ou seja em guerra,
que este clamor
vibre imortal,
de mar em mar,
de serra em serra:
Portugal! Portugal! Portugal! 

Hino do Exército, 1945,
Letra de Adolfo S. Muller
© Exército Português 2018