​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

 

 

 

BrigMechttps://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/brigmec/btraaa/BrigMecBrigMecBrigMecBateria de Artilharia Anti-Aérea<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/BrigMec/BtrAAA/Cmdt_BtrAAA.png" style="BORDER:0px solid;" />COMANDANTE <br> Capitão <br> Bação Serrudo<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/BrigMec/BtrAAA/AdjCmdt_BtrAAA.png" style="BORDER:0px solid;" />ADJUNTO <br> Sargento-Ajudante <br> Pedro<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/BrigMec/BtrAAA/Crascha_BtrAAA_182x226.png" style="BORDER:0px solid;" /><h3 style="text-align:justify;">MISSÃO</h3><p style="text-align:justify;">A Bateria de Artilharia Antiaérea (BtrAAA/BrigMec) prepara-se para executar operações em todo o espectro das operações militares, no âmbito nacional ou internacional, de acordo com a sua natureza.</p><p> </p><h3 style="text-align:justify;">HISTÓRIA</h3><p style="text-align:justify;">A Bateria de Artilharia Antiaérea da Brigada Mecanizada é a Unidade de Artilharia Antiaérea mais recente do Exército Português. </p><p style="text-align:justify;">Foi no dia 24 de Maio de 1989 que se iniciaram os primeiros passos para a sua criação, na 3ª repartição do Estado-Maior do Exercito (EME), com uma reunião que visou obter um despacho superior global para a reformulação do Plano Director do então Campo de Instrução Militar de Santa Margarida (CIMSM), no qual se pretendia incluir o projecto de implantação da BtrAAA.</p><p style="text-align:justify;">Nesta mesma reunião surgiu o parecer favorável à proposta de aprovação do "Estudo Prévio Global". Estava então dado o primeiro passo para a criação da Bateria de Artilharia Antiaérea da 1ª Brigada Mista Independente.</p><p style="text-align:justify;">A 17 de Maio de 1990, deu entrada no Centro de Instrução de Artilharia Antiaérea de Cascais (CIAAC) uma informação proveniente da 3ª Repartição do EME, com o despacho de 11 de Maio do mesmo ano do GEN CEME.</p><p style="text-align:justify;">A 17 de Janeiro de 1991, a nota nº 001127 da Secção de Pessoal da Direcção do Serviço do Ministério da Defesa Nacional nomeava o MAJ ART NIM 51995911 Rui Teixeira de Freitas como Comandante da Bateria de Artilharia Antiaérea da 1ª Brigada Mista Independente. </p><p style="text-align:justify;">No plano material, a recepção dos Sistemas de Armas da Bateria de Artilharia Antiaérea iniciaria em Setembro de 1991, com a chegada dos Sistemas Míssil Ligeiro AP Chaparral, contudo, só em Outubro de 1991 chegaria o primeiro Radar AN/MPQ-49B FAAR (Forward Area Alerting Radar).</p><p style="text-align:justify;">A 30 de Outubro de 1991, à medida que a BtrAAA era levantada no CIAAC, de acordo com a chegada dos vários equipamentos e sistemas de armas antiaéreos, dava-se inicio à ocupação das instalações no CIMSM, mais propriamente nas infra-estruturas existentes no antigo Aquartelamento dos Comandos. A Bateria de Artilharia Antiaérea era então constituída pela Secção de Comando, um Pelotão Radar FAAR e um Pelotão Sistema Míssil Ligeiro AP Chaparral. </p><p style="text-align:justify;">Apesar dificuldades, em finais de 1993 foram concluídas as obras nos edifícios da Caserna dos Pelotões, Arrecadações, Hangar da Manutenção, a Placa e o Edifício de Comando da BtrAAA, este na antiga Secção Financeira do Campo Militar de Santa Margarida.</p>39.422137, -8.295688461603Brigada Mecanizada Bateria de Artilharia Anti-Aerea Santa Margarida 2250-350 Constância

 

 

BrigMechttps://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/brigmec/btraaa/BrigMecBrigMecBtrAAAL0|#019fd9740-9ea1-492c-bf61-24c0fd233f0f|CEME:CFT:BrigMec:BtrAAA4<img alt="" src="http://inter-assets/SiteAssets/BrigMec/BtrAAA/CrashaBTrAAA_840x475.png" style="BORDER:0px solid;" />

Exército Portugues
Iremos até onde a Pátria for,
e seja em paz,
ou seja em guerra,
que este clamor
vibre imortal,
de mar em mar,
de serra em serra:
Portugal! Portugal! Portugal! 

Hino do Exército, 1945,
Letra de Adolfo S. Muller
© Exército Português 2018