​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

 

 

 

CFThttps://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/csmie/CFTCFTCFTCentro de Segurança Militar e de Informações do Exército<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/TCor%20Leal.png" style="BORDER:0px solid;" />COMANDANTE <br> Tenente-Coronel <br> Santos Leal<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/SCh%20Homem.png" style="BORDER:0px solid;" />ADJUNTO <br> Sargento-Chefe <br> Lopes Homem<a href="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/CSMIE_Heraldica.pdf"><img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/Braz%c3%a3o_CSMIE.png" style="BORDER:0px solid;" /></a><h3 style="text-align:justify;">Missão</h3><h3 style="text-align:justify;"><p> </p><p>Executa e coordena as atividades de Informações e Segurança Militar do Exército.</p><p> </p></h3><h3 style="text-align:justify;">Síntese Histórica</h3><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;">Em 1952, decorrente da necessidade de ligações seguras entre entidades militares, foi criada a Chefia de Cifra do Exército (CHECIE).</p><p style="text-align:justify;">Com a evolução, em 1959, na sequência do Decreto-Lei nº 42564 de 07 de outubro, surge o Serviço de Reconhecimento das Transmissões (SRT).</p><p style="text-align:justify;">Tornando-se necessária uma estrutura de apoio ao SRT, no âmbito da formação e das componentes territorial e operacional, é criado em 1965, na Trafaria, o Batalhão de Reconhecimento das Transmissões (BRT), edificado na sequência da Portaria nº 21045 de 15 de janeiro de 1965 do Ministério do Exército.</p><p style="text-align:justify;">Pela Portaria nº 617/82 de 22 de Junho de 1982, o BRT passou a designar-se Batalhão de Informações e Reconhecimento das Transmissões (BIRT) e são-lhe atribuídas responsabilidades adicionais no âmbito das informações.</p><p style="text-align:justify;">Na sequência da reestruturação do Exército de 1993 é extinto o Serviço de Reconhecimento das Transmissões (SRT) e o Batalhão de Informações e Reconhecimento das Transmissões (BIRT), pelo Despacho nº 71/MDN/93 de 30 de junho de 1993, sendo criado pelo Despacho nº 72/MDN/93 de 30 de junho de 1993, o Batalhão de Informações e Segurança Militar (BISM), igualmente localizado na Trafaria.</p><p style="text-align:justify;">Pela transformação do Exército de 2006 e na sequência da Lei nº 61/2006 de 24 de março 2006 é extinto o BISM e criado o Centro de Informações e Segurança Militar (CISM). A extinção do BISM e criação do CISM significou a mudança da Trafaria para o Aquartelamento do Conde de Lippe na Calçada da Ajuda, em Lisboa.</p><p style="text-align:justify;">Em 2009, e pelo Decreto-lei Nº 231/09 de 15 setembro de 2009, passou este Centro a designar-se por Centro de Segurança Militar e de Informações do Exército (CSMIE).</p><font size="4"><p>Finalmente, em agosto de 2015 o CSMIE mudou das instalações no Aquartelamento do Conde de Lippe na Calçada da Ajuda em Lisboa, para a Área Militar Amadora-Sintra. </p></font><p style="text-align:justify;">O CSMIE herda as tradições e missões do SRT, BRT, BIRT, BISM e CISM.</p><p style="text-align:justify;"> </p><p style="text-align:justify;"> </p><h3 style="text-align:justify;">Possibilidades</h3><p style="text-align:justify;"> </p><ul style="text-align:justify;"><li><p>Ministrar cursos de qualificação e atualização, no âmbito das Informações e Segurança Militar, de acordo com Estágios e Cursos do PFA;</p></li><li><p>Definir normas e procedimentos nas áreas das Informações e Segurança Militar do Exército;</p></li><li><p>Processar as notícias recebidas das Unidades, Estabelecimentos e Órgãos da Componente Fixa do Exército, no âmbito do ciclo da produção da informação;</p></li><li><p>Elaborar relatórios periódicos e difundir a informação relevante às várias Unidades, Estabelecimentos e Órgãos da Componente Fixa do Exército, seguindo o princípio da necessidade de conhecer;</p></li><li><p>Receber orientações do Comando das Forças Terrestres, no sentido de obter informações sobre Teatros de Operações de interesse para o Exército;</p></li><li><p>Garantir a segurança eletrónica de instalações a utilizar por Altas Entidades e aconselhar as contra medidas eletrónicas a adotar;</p></li><li><p>Estabelecer um canal técnico com o Centro de Informações e Segurança Militar do Estado-Maior-General das Forças Armadas;</p></li><li><p>Executar as atividades administrativas inerentes à gestão dos recursos humanos, materiais e financeiros que lhe forem atribuídos.</p></li></ul>38.753238,-9.240782214988987Centro de Segurança Militar e de Informações do Exército Rua Gonçalves Ramos 2700-346 Amadora Portugal<p>​<img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/CSMIE%201.png" alt="" style="margin:5px;" /></p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/CSMIE%202.JPG" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/CSMIE%203.jpg" alt="" style="margin:5px;" /> </p><p><img src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/CSMIE%204.JPG" alt="" style="margin:5px;" /> </p>

 

 

CFThttps://www.exercito.pt/pt/quem-somos/organizacao/ceme/cft/csmie/CFTCFTCSMIECentro de Segurança Militar e de Informações do ExércitoL0|#0c2eb4e6a-5601-4a6a-a41e-9d524af51210|CEME:CFT:CSMIE4<img alt="" src="http://assets.exercito.pt/SiteAssets/CSMIE/Cart%c3%a3o_CSMIE.png" style="BORDER:0px solid;" />

Exército Portugues
Iremos até onde a Pátria for,
e seja em paz,
ou seja em guerra,
que este clamor
vibre imortal,
de mar em mar,
de serra em serra:
Portugal! Portugal! Portugal! 

Hino do Exército, 1945,
Letra de Adolfo S. Muller
© Exército Português 2018